Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1037
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ensino da leitura em escolas isoladas de Florianópolis: entre o prescrito e o ensinado (1946-1956)
Título(s) alternativo(s): The teaching of reading in far schools of Florianópolis: between precribed and taught (1946-1956)
Autor: Beirith, ângela
Primeiro orientador: Steindel, Gisela Eggert
Resumo: Este estudo trata do ensino da leitura em Escolas Isoladas de Florianópolis no contexto da regulamentação do ensino primário ocorrida no Estado de Santa Catarina a partir de 1946. Em decorrência da adaptação do sistema de ensino estadual às Leis Orgânicas Federais, foi criado o Regulamento para os Estabelecimentos de Ensino Primário o Decreto n. 3.735/1946 e implantados novos Programas de Ensino, entre os quais o Programa de leitura e Linguagem Oral e Escrita para o Curso Primário Elementar. Em linhas gerais, as diretrizes pedagógicas desses documentos conservaram o conteúdo da reforma educacional empreendida no Estado por Orestes Guimarães, no início do século XX: o método intuitivo como orientação geral a todas as disciplinas do currículo e o método analítico como método específico para ensinar a ler. Os princípios do ensino intuitivo aprofundavam-se e passavam a incluir proposições da Escola Nova, visando envolver o aluno ativamente no ensino da leitura. As propostas de renovação do ensino, no entanto, conflitavam-se com dispositivos de vigilância e controle das ações docentes e discentes. Centrando nossa investigação no interstício entre as prescrições e as práticas, analisamos a legislação em vigor no período, os conteúdos do Programa de Leitura e Linguagem Oral e Escrita, as condições em que esse ensino se efetuou e o modo como os professores se apropriaram das prescrições, pelo relato de suas práticas. Dois momentos de ensino da leitura foram considerados nesta pesquisa: o ensino da leitura na 1ª série, que envolve a decifração do código escrito; o ensino da leitura depois de vencido esse primeiro passo, nas séries seguintes, visando o aperfeiçoamento da leitura corrente e expressiva. As análises revelaram contradições entre o método oficial para ensinar a ler e as cartilhas enviadas às Escolas Isoladas, bem como entre as propostas de diversificação das leituras e o controle de seu conteúdo. De forma silenciosa ou declarada, os professores apropriaram-se das normas de acordo com as finalidades e limites da própria escola. O ensino da leitura, nesse sentido, ocorreu por meio de resistências e apoio às instruções oficiais, dando a ver permanências e vestígios de pequenas rupturas, que apontavam para mudanças na cultura escolar das Escolas Isoladas
Abstract: The present research is about the teaching of reading in Far Schools of Florianópolis. The context is the regulation of primary teaching which has occurred in Santa Catarina state since 1946. Because of the state‟s teaching system adaptation to Federal Laws, it was set a regulation for primary teaching schools decree n. 3.735/1946 establishing new teaching programs; among them, the Reading, Oral and Written Language Program for the Elementary Primary Course. In general, these documents‟ pedagogical directions kept the contents of the educational reorganization made by Orestes Guimarães, in the beginning of the XX century: the intuitive method, as a general orientation for all curriculum school subjects, and the analytic method, as a specific method to teach reading. The principles of the intuitive method were deepened and included proposals made by the New School (Escola Nova), which tried to involve the student actively in reading. Nevertheless, the proposals of teaching renewal were opposed to the control and vigilance devices upon teachers‟ and students practice and behavior. Centering our research in the space between prescriptions and practice, we analyzed the legislation in force at that time, the Reading and Language Program reading contents, the conditions in which the teaching occurred and the way teachers got the directions through their practice‟s report. Two moments of the teaching of reading were considered for this research: the teaching of reading in 1st grades, which includes the decoding of written language codes; the teaching of reading in the following grades, emphasizing the fluent and effective reading. Analysis revealed contradictions between the official reading method and the primer books sent to the Far Schools as well as contradictions between the proposals for reading diversifications, and the reading contents‟ control. Silently or not, teachers adopted the new directions according to their schools‟ goals and boundaries. In this way, the teaching of reading occurred through resistance and also agreement with official instructions, showing little ruptures, pointing evidences of changes in the school culture of Far Schools
Palavras-chave: Ensino da leitura
Métodos de ensino
Cultura escolar
Escola isolada
Regulamentação do ensino
Leitura estudo e ensino
Educação rural
Ensino primário Florianópolis (SC)
Teaching of reading
Teaching methods
School culture
Far schools
Teaching reorganization
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Educação
Programa: Mestrado em Educação
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1037
Data de defesa: 27-Mar-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Angela.pdf608,34 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.